///

A quatro meses do Enem, presidente do Inep deixa o cargo

Começar

Nesta quarta-feira, 27, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas, pediu para deixar o comando do órgão. Ele foi o quinto presidente do Inep desde o começo do governo Bolsonaro.

Danilo Dupas, ex-presidente do Inep. Foto: Reprodução.

O anúncio foi feito através das redes sociais pelo Ministro da Educação, Victor Godoy.

Segundo o ministro, a saída de Dupas se deve a motivos pessoais e a pedido do próprio. Além da saída do agora ex-presidente, Godoy anunciou o novo chefe interino do órgão, que agora será comandado por Carlos Moreno, servidor de carreira da Autarquia.

ENEM 2022

A nova mudança no Inep gerou preocupação, uma vez que o órgão do MEC é responsável pela aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), entre outros.

Carlos Moreno. Foto: Reprodução.

O novo chefe interino do Inep falou rapidamente à Globonews e afirmou que o cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio segue normalmente. “O primeiro desafio é a garantia das entregas que o Inep precisa fazer para a sociedade ainda este ano. O Revalida, o Enade e sobretudo o Enem. Já que estamos a 4 meses deste exame, temos que empreender todos os esforços para empreender todos os esforços para garantir para os estudantes, sobretudo aqueles que estão concluindo o ensino médio, total normalidade até a execução desse exame. Minha missão é cumprir os objetivos da instituição. Vamos estar aqui engajados no cumprimento dos objetivos da instituição. As questões ideológicas não farão parte da minha gestão”, disse.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD