Foto: Reprodução.
///

Anestesista preso por estupro pode ter feito mais 20 vítimas em outra maternidade

Começar

Nesta quarta-feira, 13, a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de São João de Meriti afirmou que Giovanni Quintella Bezerra, preso em flagrante por estuprar uma paciente durante uma cesárea, pode ter abusado de outras 20 mulheres no Hospital Estadual da Mãe Mesquita.

Atualmente, o médico é investigado por seis casos de estupro, um deles filmado pela equipe do Hospital da Mulher em São João de Meriti.

A delegada responsável pelo caso, Bárbara Lomba, que já havia afirmado que Giovanni pode ser considerado um “criminoso em série”, reforçou que a violência também foi obstétrica. “A gente já sabe que a sedação era desnecessária. Acredito que ele as sedava para cometer o crime. Por conta disso, ele já comete também uma violência obstétrica por conta da sedação desnecessária”, disse.

A delegada revelou, ainda, que a vítima que teve o abuso gravado já sabe que foi vítima de Giovanni e se mostrou “muito indignada, revoltada e chateada” com tudo.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD