///

Aniversariante é morto a tiros em festa com temática do PT

Começar

Um guarda municipal de Foz do Iguaçu (PR) foi morto a tiros na madrugada deste domingo,10, quando comemorava seu aniversário de 50 anos com uma festa com decoração do Partido dos Trabalhadores (PT) e fotos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo a polícia, um homem identificado como Jorge José da Rocha Guaranho, invadiu a festa armado ameaçando os convidados. Houve troca de tiros e o guarda Marcelo Arruda morreu.

Arruda deixa esposa e quatro filhos, entre eles um bebê de apenas 1 mês. Em imagens gravadas durante a festa, ele cantava “Parabéns à você” e assoprava as velas de 50 anos ao lado de dois filhos pouco antes de ser baleado.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Paraná, o invasor identificado como Jorge José da Rocha Guaranho levou três tiros e está internado em estado grave. De acordo com testemunhas, ele é um agente penitenciário federal apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A festa foi realizada na sede da Associação Esportiva Saúde Física Itaipu (Aresfi), na Vila A. O bolo de aniversário tinha a estrela do PT, a decoração tinha imagens de Lula e Marcelo Arruda usava uma camiseta com a foto do ex-presidente.

A polícia chegou no local da festa e levou o atirador, ferido, que assassinou Marcelo Arruda. Fotos: Reprodução

Arruda disputou as eleições municipais em 2020 como candidato a vice-prefeito de Foz do Iguaçu pelo PT. Em nota, Gleisi Hoffmann, deputada federal pelo Paraná e presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) afirmou: “Nosso companheiro e amigo Marcelo Arruda, guarda municipal em Foz do Iguaçu, foi assassinado ontem em sua festa de 50 anos. Um policial penal, bolsonarista, tentou invadir a festa c/arma. Trocaram tiros. Uma tragédia fruto da intolerância dessa turma”.

DETALHES DO CRIME

Por volta das 23 horas, o agente penitenciário federal Jorge José da Rocha Guaranho teria invadido o local de carro aos gritos “Bolsonaro” e “mito”. Ele estaria acompanhado de uma mulher e uma criança pequena, segundo relato de testemunhas.

Marcelo Arruda e outros presentes teriam pedido para o invasor retirar-se. “Após uma rápida discussão, esse então desconhecido sacou de uma arma e ameaçou todos. Logo depois saiu dizendo que voltaria para matar todo mundo”, contou uma fonte aos veículos de comunicação locais, que pediu para não ter o nome revelado.

Ainda conforme relatos, o aniversariante conversou com amigos e demonstrou receio pelo retorno do agressor. Então resolveu buscar a sua arma para a própria defesa. Minutos depois, o agente penitenciário chegou atirando no guarda municipal, que reagiu.

Marcelo Arruda levou três tiros, e Jorge Guaranho também foi atingido. Ambos acabaram socorridos pelo SIATE e encaminhados ao Hospital Municipal Padre Germano Lauck.

NOTA DA PREFEITURA DE FOZ DO IGUAÇU

A Prefeitura de Foz do Iguaçu expressa o mais profundo pesar pelo falecimento do guarda municipal Marcelo Aloizio de Arruda, de 50 anos, na madrugada deste domingo (09).

Marcelo era da primeira turma da Guarda Municipal e estava na corporação há 28 anos. Ele também era diretor da executiva do Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu (Sismufi). O guarda municipal deixa esposa e quatro filhos.

“Agradecemos ao Marcelo Arruda por toda a sua dedicação e comprometimento com o Município, o qual nestes 28 anos de funcionalismo público defendeu bravamente, tanto atuando na segurança como na defesa dos servidores municipais”, expressou o prefeito Chico Brasileiro.

“Desejamos à família, aos amigos e colegas de Marcelo força neste momento de dor”, complementou o prefeito.

O velório do servidor será neste domingo no Cemitério Municipal Jardim São Paulo, em horário ainda a definir.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD