///

Anvisa aprova Coronavac para crianças de 3 a 5 anos

Começar

Nesta quarta-feira, 13, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a aplicação da Coronavac em crianças de 3 a 5 anos.

A aprovação aconteceu nesta quarta-feira, 13. Imagem: reprodução Internet

Em decisão unânime, todos os diretores do órgão aprovaram que a vacina contra Covid-19 seja aplicada nessa faixa etária. Em janeiro deste ano, a Anvisa já havia aprovado a aplicação da vacina para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos.

O gerente de medicamentos da Anvisa, Gustavo Mendes, afirmou que o cenário atual da pandemia exige mais ações. “Nós temos uma realidade em que o contexto exige ações, estratégias para que a gente possa garantir uma cobertura vacinal, mas é preciso acompanhamento dos compromissos e dados para que a gente possa saber por quanto tempo estamos protegidos, quando vamos precisar de doses de reforço, como é o esquema vacinal para o futuro e o desempenho frente às variantes”, disse ele.

O infectologista e presidente do Departamento de Infectologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, Marcos Aurélio Sáfadi, reforçou a importância de imunizar as crianças. “A doença é menos grave nas crianças, mas não significa que não traga risco de hospitalização e morte”, avaliou.

O pedido de liberação foi feito pelo Instituto Butantan no dia 11 de março. Para a aprovação, cinco pontos foram determinados:

  • CoronaVac está liberada para crianças a partir de 3 anos
  • Poderá ser aplicada em imunossuprimidos, que são pessoas com baixa imunidade
  • Imunização será em duas doses aplicadas em intervalo de 28 dias
  • Vacina é a mesma usada em adultos, sem adaptação de versão pediátrica
  • Anvisa não determinou quando começa a vacinação: distribuição de doses, cronograma e alteração de planos dependem dos estados e do Ministério da Saúde.

Agora, a decisão vai para o Ministério da Saúde para análise da Câmara Técnica de Assessoramento da pasta. Em contato com o portão G1, o ministério afirmou que “vai avaliar, junto à Câmara Técnica Assessora em Imunizações, o uso do imunizante nesta faixa etária”.

Em contrapartida, o Instituto Butantan divulgou nota afirmando que já solicitou a inclusão da imunização de crianças entre 3 e 5 anos no Programa Nacional de Imunizações.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD