//

Balsas fazem traslado da população na ponte do Outeiro; órgãos de segurança gerenciam ações

2 minutos lidos

A travessia de veículos e passageiros de Icoaraci para Outeiro, em Belém, está sendo feita por duas balsas com capacidade para 500 pessoas e 60 veículos. Na manhã desta segunda-feira, 17, uma balsa que transportava madeira atingiu o pilar central da ponte de Outeiro, que ficou avariado, e provocou rachaduras no asfalto

Anúncios

O governador Helder Barbalho anunciou que os ferry boats estão na 7ª Rua, em Icoaraci, e o traslado é feito sem custos para a população. Órgãos de trânsito dão orientações no local. 

A medida é temporária e acontece enquanto a Polícia Científica faz a perícia da ponte para verificar os prejuízos e avaliar os reparos necessários na ponte. Órgãos de segurança monitoram a situação e uma força-tarefa foi montada para avaliar o caso e desenvolver ações desenvolvidas pelo governo do estado.

Uma sala de situação foi montada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) e órgãos do estado e do município gerenciam ações no intuito de investigar e solucionar os transtornos causados pelo sinistro.

A ponte foi totalmente interditada, tanto para o fluxo de carros quanto para os pedestres. Equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Científica e Setran já estão no local avaliando melhor a situação.

Anúncios

Equipes do Grupamento Fluvial (Gflu) e da Companhia Independente de Policia Fluvial (CIPFLU) estão realizando o patrulhamento na água, além de fiscalizar as embarcações que trafegam no local. 

Agentes da Polícia Civil atuam na investigação para localizar a balsa e seu responsável.  A Marinha do Brasil também já foi acionada para agir, especialmente com relação às navegabilidades do rio, na região do acidente.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios