//

Bombeiros iniciam perícia para saber causas do incêndio na sede da prefeitura de Parauapebas

Começar

O Corpo de Bombeiros iniciou neste sábado, 30, a perícia no prédio da prefeitura de Parauapebas, no sudeste do estado, para saber as causas do incêndio ocorrido na sexta-feira, 29. O sinistro destruiu completamente o segundo e terceiro pavimentos da sede do governo municipal.

Nos dois andares funcionavam os gabinetes do prefeito e do vice-prefeito, as secretarias da Fazenda (Sefaz), da Habitação (Sehab), de Administração (Semad), Especial de Governo (Segov) e da Mulher (Semmu) e ainda o setor administrativo da Assessoria de Comunicação (Ascom) e de Licitações, além da Procuradoria Geral do Município (PGM), onde o fogo começou após um curto-circuito no ar condicionado por volta das 10h30.

Antes de iniciar os trabalhos, serão analisadas previamente as condições da estrutura do prédio da prefeitura, para saber se oferecem condições para que os peritos entrem no local com segurança.  

O prazo para finalizar a perícia é de 30 dias, no entanto, os peritos irão trabalhar para entregar o laudo em 15 dias.

INCÊNDIO

O Plano de Contingência da prefeitura de Parauapebas mobilizou  168 pessoas de órgãos públicos e empresas privadas no combate aos fogos, 65 veículos e dois aviões Airtractor da empresa Vale, que por volta do meio-dia jogaram água sobre a vegetação atrás do prédio da prefeitura. Foi usado ainda um helicóptero, com sobrevoo de avaliação técnica do incêndio.

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) trabalhou com 18 carros-pipas no combate ao incêndio, que também teve a ajuda do Corpo de Bombeiros de Canaã dos Carajás e de empresas da região. 

O fogo foi controlado por volta das 13h, após duas horas e meia de trabalho.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD