//

Brasileira presa na Tailândia segue sem defesa e família pede ajuda ao presidente. Ouça o áudio da jovem

4 minutos lidos

A brasileira Mary Hellen Coelho Silva, de 21 anos foi presa na Tailândia no dia 14 de fevereiro, após ser flagrada com 15,5 quilos de cocaína no Aeroporto de Bangkok. Mary é moradora de Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais e foi detida com mais dois brasileiros, Jordi Vilsinski Beffa, de 24 anos, morador de Apucarana (PR) e outro homem de 27 anos que não teve o nome e nem a cidade divulgados.

Anúncios
Jordi Vilsinski Beffa, de 24 anos, foi preso horas depois. Com ele foram encontrados 6,5 quilos de cocaína escondidos em duas malas.

Mary Hellen segue sem advogado de defesa, depois que advogados contatados pela família se recusaram a assumir o caso. A família pede ajuda para evitara pena de morte, já que no país asiático, a pena pode ser aplicada em crimes como trafico de drogas.

Em áudio enviado a família, a jovem pede ajuda para entrar em contato com um advogado para ser enviada ao Brasil.

“A gente quer ajuda. Alguma ONG, algum advogado de renome, alguma autoridade, o Itamaraty. Esse caso tem que chegar à Presidência da República. Se ela errou ela tem que pagar, mas com prisão, no país dela. Não pena de morte. Ela é uma jovem de 22 anos, meu Deus! Ela foi induzida a viajar. Não sabia do risco. Eu soube que esse homem já tinha viajado para a Tailândia uma vez antes”, argumentou Mariana, irmã de Mary Hellen a um jornal carioca.

O QUE DIZ O ITAMARATY

Anúncios

Em nota enviada para a imprensa, o Itamaraty, por meio da Embaixada em Bangkok, na Tailândia, informou que acompanha a situação e presta toda a assistência cabível aos brasileiros detidos na Tailândia, seguindo os tratados internacionais vigentes e com a legislação local. Porém, não foram informados mais detalhes sobre o que está sendo feito em relação ao caso.

O QUE SE SABE SOBRE MARY HELLEN

Mary vivia em Pouso Alegre, em Minas Gerais, com a mãe e quatro irmãos e trabalhava em uma churrascaria. Ela pediu demissão do emprego, que era de carteira assinada, poucos dias antes e viajar para Curutiba de onde saiu para Tailândia. A família diz que não tinha conhecimento do envolvimento da jovem com drogas. Sua mãe está em tratamento para um câncer de útero e precisou ser internada após a notícia da prisão da filha.

Anúncios

“A gente não sabe o que levou ela a fazer isso. A gente ficou em estado de choque, estamos desesperados”, declarou a irmã de Mary, Mariana Coelho, em entrevista ao portal de notícias G1

COMO ACONTECEU A PRISÃO

Anúncios

A droga apreendida foi encontrada com o homem (que não foi identificado) e Mary Hellen após a equipe do aeroporto desconfiar de itens mostrados no raio X. Os funcionários da alfândega revistaram as três malas dos passageiros e encontraram 9 quilos de cocaína. A droga estava escondida em um compartimento oculto.

O outro brasileiro, Jordi Vilsinski Beffa, foi preso horas depois. Com ele, ainda conforme autoridades tailandesas, os agentes encontraram 6,5 quilos de cocaína escondidos em duas malas.

As drogas foram encontradas na chegada a Tailândia.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios