///

Carnaval de Cametá: Decreto proíbe trios elétricos, arrastões, e blocos de rua do município

2 minutos lidos

A festa de carnaval de Cametá, nordeste do estado, é uma das mais populares e tradicionais do Pará, entretanto, como a pandemia da Covid-19 ainda não acabou, eventos de grandes aglomerações continuam proibidos na região, sendo permitidos apenas eventos particulares com exigência de comprovante de vacinação. A prefeitura do município divulgou na noite de ontem, 22, o novo decreto para a realização destes eventos.

Anúncios

Continuam em vigor todas as medidas de biosseguranças pré-estabelecidas como, por exemplo, o respeito ao limite máximo de 50% da capacidade total dos ambientes e o distanciamento mínimo de 1,5 metros entre as pessoas.

As medidas restritivas acordadas entre Prefeitura, Policia Militar e Ministério público determinam que está liberada a realização de eventos privados em locais fechados com sua ocupação integral, entretanto, é obrigatória a exigência do comprovante de vacinação, com horários permitidos para o funcionamento entre às 14h e às 5h do dia seguinte.

Festas, shows, trios elétricos, arrastões e blocos de rua continuam proibidos. Já pequenas reuniões em casas e estabelecimentos que não obstruem as ruas ou não firam a legislação ambiental estão autorizadas.

Uma barreira sanitária, será criada no distrito de Carapajó, ou seja, a travessia para a cidade de Cametá só será permitida mediante comprovante de vacinação. O cidadão pode se vacinar em um posto que será instalado na cidade.

Anúncios

Quem não estiver vacinado ou não quiser se vacinar no distrito, poderá entrar na cidade mediante notificação a todos os produtores de festas que proíbam terminantemente sua entrada em evenrtos.

O último boletim epidemiológico de Cametá, que foi divulgado no dia 31 de Janeiro de 2022, mostram 10.900 casos de Covid-19 e 289 óbitos.

Com informações do Diário de Cametá.

Anúncios

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios