Foto: Reprodução.
/

Chile investiga buraco misterioso que surgiu ‘do nada’ no deserto do Atacama

Começar

O governo do Chile segue investigando o buraco misterioso que apareceu no meio do deserto do Atacama, na comunidade Tierra Amarilla.

​​

O buraco, com 32 metros de diâmetro e 64 metros de profundidade – quase da altura de um prédio de 26 andares, surgiu nas proximidades de uma área de extração mineral conhecida como Alcaparrosa, que faz parte da mina Candelária

O prefeito de Tierra Amarilla, Cristóbal Zuñiga, afirmou em um vídeo postado nas redes sociais que os primeiros relatos a respeito do gigantesco buraco partiu dos moradores da região no último sábado, 30.

Zuñiga afirmou, ainda, que a cratera ainda está “ativa” e segue indo em direção das casas da região. “Queremos esclarecer por qual motivo ocorreu este evento, se o colapso é causado pela atividade mineira ou se é de outra natureza”, disse ele.

Buraco no Atacama tem a profundidade de um prédio de 26 andares. Foto: Reprodução.

Já a Subdireção Nacional de Mineração do Serviço Nacional de Geologia e Mineração (Sernageomin) disse em comunicado que especialistas viajaram à comunidade para tentar entender o que aconteceu. Além disso, um perímetro de 100 metros foi estabelecido em torno da cratera, que fica em um terreno que pertence a empresa canadense Lundin Mining.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD