Foto: Reprodução.
////

Covid-19: Brasil registra primeiros casos da subvariante Ômicron XQ

Começar

O Instituto Butantan e a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo confirmaram, nesta quinta-feira, 5, os dois primeiros casos da subvariante Ômicron XQ no Brasil. Informações a respeito da idade e o gênero dos pacientes não foram reveladas.

A subvariante Ômicron XQ é uma combinação das sublinhagens BA.1.1 e BA.2 da ômicron. Ainda não foram divulgadas informações quanto a origem, transmissibilidade e virulência da XQ.

Em nota para a imprensa, a Secretaria de Saúde de São Paulo informou que a vigilância do órgão “aponta mais de 10 mil casos da variante Ômicron e suas sublinhagens”, disse.

A secretaria reforçou, ainda, os cuidados que devem seguir sendo tomados pela população. “As medidas já conhecidas pela população seguem cruciais para combater a pandemia do coronavírus: higienização das mãos (com água e sabão ou álcool em gel); distanciamento social; e a vacinação contra a Covid”, informou.

MAIS UMA VARIANTE

Foto: Reprodução.

No começo de abril deste ano, o Ministério da Saúde já havia divulgado os primeiros casos da variante Ômicron XE, que é uma mistura das sublinhagens BA.1 e BA.2.

Segundo a OMS, ela é 10% mais transmissível que a BA.2, entretanto os estudos ainda são iniciais.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD