////

Em Belém, ministra da Família fala sobre caso da menina vítima de estupro: ‘foco é cuidar dessa mulher’

Começar

Em passagem por Belém nesta quarta-feira, 22, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Britto, fez declarações sobre o caso da menina de 11 anos vítima de estupro e impedida de realizar o aborto. Ela veio à capital para fazer a entrega de viaturas para os Conselhos Tutelares.

A ministra classificou como “criminosa” a divulgação das imagens da audiência em que a juíza afastada do caso perguntou se a criança ainda conseguiria manter o bebê na barriga.

A titular da pasta criticou a abordagem da imprensa sobre o caso. “Tá tudo errado na forma de abordagem, em alguns segmentos da sociedade e da imprensa também. (…) Ela está sendo revitimizada toda vez que essa notícia é veiculada”, disse.

Para ela, o foco não deveria estar na questão do aborto: “Ninguém falou sobre a violência que essa criança passou, do estupro. Ninguém está falando que a gente agora precisa parar e pensar onde nós erramos porque crianças com essa idade no Brasil todo estão sendo vítimas de estupro”, declarou.

Ainda na entrevista, ela se referiu à criança como “mulher” e disse que o ministério está dando suporte à menina: “Acho que o foco agora é cuidar dessa ‘mulher’, enquanto Ministério da Mulher, nosso foco agora é saber com o Conselho Tutelar a situação dessa criança, cuidar da saúde mental dessa criança, da saúde física dela”, respondeu. 

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD