//

Em manifestação, indígenas cobram avanço nas investigações da morte de Isac Tembé

1 min de leitura

Nesta terça-feira, 15, indígenas do povo Tembé fizeram um ato em forma de ritual, na cidade de Paragominas, pela memória do professor e líder indígena Isac Tembé. Eles pediram justiça e cobraram avanços nas investigações. Os manifestantes se reuniram em frente ao Ministério Público durante a audiência com o procurador do Ministério Público Federal. 

Anúncios
Isac Tembé. Foto: Reprodução

A morte do professor e líder indígena Isac Tembé completou um ano no dia 12 de fevereiro. Isac foi assassinado em uma área de caça dentro da terra indígena de seu povo, na região do município de Capitão Poço. O crime foi cometido por policiais militares. 

O caso está sendo investigado pela Polícia Federal, MPF e pela corregedoria da Polícia Militar do Pará. O promotor da justiça militar, Armando Brasil, concluiu que trata-se de um homicídio doloso e por isso deve ser encaminhado para a justiça comum.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios