créditos: Lincon Zarbietti
//

Entregador de app mostra prints de cliente que o destratou: ‘eu pago para receber’

Começar

Imagens enviadas ao BT na manhã desta segunda-feira, 11, mostram os prints de uma conversa entre um cliente e um entregador de comida por aplicativo que teria acontecido ás 21:50 deste domingo, 11, no bairro de Nazaré em Belém.

Segundo informações da vítima, que não quis se identificar, o cliente teria se recusado a descer até a portaria do prédio para buscar o pedido. O homem afirmou em mensagens que não iria até local pois estava pagando uma taxa de entrega e a mesma deveria ser feita em sua porta.

O entregador afirma que sua entrada no elevador do prédio não era permitida, e que por fazer uma tratamento na coluna, não poderia subir as escadas até o apartamento que ficaria no sétimo andar.

Nas mensagens, o cliente diz: “Se fosse para eu sair da minha casa eu teria ido comer no restaurante e não tinha pedido.”, diz o homem.

E outra mensagem ele reafirma: “a entrega não é de graça, você recebe para entregar”.

Quando o entregador argumenta que não conseguiria subir as escadas, o cliente rebate: “problema é seu”, “a entrega não é de graça”, “então fica na tua casa”, “eu pago para receber”.

A discussão é encerrada quando o entregador alega que a plataforma diz que a entrega deve ser feita na portaria do local pedido.

O entregador não informou em qual prédio de Belém o caso aconteceu. Os prints da conversa circulam em grupos de trabalhadores da categoria que afirmam não se tratar de um caso isolado e sim, uma atitude recorrente de alguns clientes.

Um colega da categoria, que também trabalha na região metropolitana de Belém, publicou nesta tarde um vídeo indignado sobre o caso. Veja:

O BT entrou em contato com o aplicativo Ifood, onde o caso ocorreu, que informou em nota: “O iFood informa que repudia qualquer forma de agressão e, nesses casos, sempre recomenda entrar em contato pelos canais oficiais de atendimento do iFood – via aplicativo. Sobre entrar em prédios e condomínios, é uma questão de bom senso entre as partes. A empresa não faz nenhuma exigência ao entregador para realizar a entrega diretamente no apartamento do cliente.”, concluiu.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD