//

Estabelecimento de Belém se desculpa por caso de racismo: ‘objetivo é aprender’

2 minutos lidos

O estabelecimento Castanho Bar, envolvido em um caso de racismo denunciado por uma cliente e veiculado aqui no BT neste domingo, 16, emitiu uma nota lamentando o ocorrido e pedindo desculpas. No comunicado o estabelecimento diz que “nos entristece que alguém tenha passado por uma experiência tão traumática em nosso espaço. Nós pedimos imensas desculpas para a Dah e seus amigos”. 

Anúncios

De acordo com a nota, a casa entrou em contato com a fotógrafa Dah Passos, que foi quem divulgou o ocorrido em suas redes sociais, para se desculpar. 

A nota diz ainda que “diversas ações já estão sendo desenvolvidas para que toda a equipe do Castanho passe por processo de formação para entender ainda mais sobre a luta antirracista e de gênero” e que seu objetivo é aprender. O comunicado encerra dizendo que o local foi pensado para receber todo mundo e está aberto ao diálogo e a mudanças. 

Entenda

A fotógrafa e ilustradora Dah Passos publicou em suas redes sociais uma série de vídeos nos quais afirma ter sofrido um ato racista na casa noturna Castanho bar na noite de sexta, 14, em Belém. Ela afirmou estar acompanhada de cinco amigos, sendo quatro deles pessoas negras e um deles branco. Um dos seus amigos quis sair do local após ser acusado de ter roubado celulares por um funcionário. Nesta noite, teria acontecido um roubo de 15 celulares dentro da casa noturna. Dah disse que somente ela e seus amigos negros foram revistados.

Anúncios

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios