/

EXCLUSIVO: Homem que agrediu mulher no meio do trânsito diz em áudio ‘estou com ela aqui agora’

Antônio Carlos já tem histórico de agressão contra mulher, é seguidor do Bolsonaro e está sumido com o carro que usou no momento da agressão e que pertence a família de um outro relacionamento que ele mantém

6 minutos lidos

Além das cenas assustadoras que vimos hoje (27) em que uma mulher é salva por outra mulher de uma agressão no meio do trânsito de Belém, o enredo que envolve o “Volpone” como é conhecido o agressor, é digno de causar espanto em qualquer pessoa. Ex esposa que se suicidou depois de pedir medida protetiva contra ele, denúncias de assédio sexual, além de um sumiço com um carro que pertence a uma terceira pessoa.

Anúncios

O BT conseguiu um áudio com exclusividade em que Antônio Carlos Coelho Martins, afirma que a mulher que vemos nas imagens é sua namorada e que está com ela. “Tá tudo tranquilo.. tá comigo aqui até ela, já passou. Mas o povo é assim mesmo, tem que esperar sentar poeira, eu não vou nem me manifestar”, disse o agressor.  Encaminhamos o áudio pra polícia.

Quando diz “sentar a poeira” Antônio Carlos sugere que o caso não vai dar em nada, já que ele foi enquadrado duas vezes na Lei Maria da Penha e até agora nunca foi preso. Mas antes de falar sobre os processos, vamos citar algumas denúncias que estão chegando nos nossos canais desde que o vídeo foi ao ar.

Uma vítima que pediu para não ser identificada, contou que conheceu Antônio Carlos via redes sociais e que após muita insistência aceitou se encontrar com ele. Em seu relato, a vítima diz que Antônio queria obrigá-la a fazer  sexo oral dentro do carro. “Eu tentei sair do carro e ele travou e não me deixou sair. Isso tudo em frente a minha casa”. Conta

“Ele entrou na minha casa sem minha permissão e tentou me agarrar à força. Como mulher, me sinto um lixo porque não podia dizer nada. Quem iria acreditar em mim? Eu passei um horror na minha própria casa”. Segundo o relato, Carlos só foi embora mediante a chegada de um vizinho, já que a vítima ameaçou gritar.

Leia o relato completo da vítima.

Anúncios

Essa outra mulher também diz que foi vítima dos abusos de Antonio Carlos, mas “fugiu” na primeira oportunidade.

Relato de vítima em nosso direct

Mais relatos foram surgindo.

Comentário de uma seguidora do BT.

Um seguidor que diz conhecer a vítima do vídeo, relata que essa não é a primeira vez que ele a agride.

Anúncios
relato se seguidor do BT

Segundo outro relato o carro que Antônio usa no episódio filmado, não pertence a ele. O veículo seria de um parente da namorada do agressor, que não é a mulher do vídeo. Ou seja, a mulher que aparece no vídeo, seria uma segunda namorada. Ainda de acordo com o mesmo relato, Antônio está sumido com o carro, e a namorada que não fazia ideia do histórico do agressor, está abalada.

Depoimento que chegou através de nossas redes sociais

Lei Maria da Penha:

Anúncios

Antônio Carlos foi enquadrado pela primeira vez na Lei Maria da Penha em 2017, quando era casado com Patrícia Cristina Coelho Martins, que vivia com ele um relacionamento abusivo.

Uma testemunha que não quis se identificar contou que Patrícia era feliz e tinha uma vida normal, até se casar com Antônio Carlos. Patrícia teria sido mantida em cárcere privado por diversas vezes e passou a tomar remédios controlados. “Ela queria se separar e não conseguia. Ele prendia ela dentro de casa e dava remédios pra ela” afirmou a testemunha. Patrícia foi encontrada morta em 2017, segundo o laudo médico, a causa da morte foi infecção generalizada.

foto da missa de 30 dias da morte de Patrícia

Antônio Carlos teve outra medida protetiva emitida em 2020. O juiz Otávio dos Santos Albuquerque proibiu o agressor de se aproximar da vítima, que era sua namorada na época, a uma distância mínima de 100 metros, ou de manter contato, “a fim de preservar a integridade física e psicológica da requerente”.

Antônio Carlos está presente em redes sociais de relacionamento como Tinder e Happn.

Perfil de Antônio Carlos no Happn

O perfil de Antônio Carlos no Instagram está entre os seguidores do presidente e de um de seus filhos.

O BT entrou em contato com a Polícia Civil para questionar sobre que providências estariam sendo tomadas sobre o caso. Em nota, a Polícia informou que Antônio Carlos possui registros na Divisão Especializada no atendimento à mulher (Deam), e que todos os registros foram apurados, concluídos e encaminhados à justiça.

1 Comment

  1. Na moral o que o presidente e o filho dele tem haver com esse otário? Só por que ele segue o presidente e seu filho quer dizer o que ? Absolutamente nada… Pelo amor de Deus quer ganhar mídia na costa do presidente.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios