//

Helder e Hana visitam fábrica onde ônibus que atenderão Belém serão montados

4 minutos lidos

O governador Helder Barbalho e a vice-governadora, Hana Ghassan, realizaram uma visita à fábrica da CAIO, localizada na cidade de Botucatu, interior de São Paulo, na sexta-feira (2). Nesse local, estão sendo montados os ônibus elétricos e a Diesel Euro que farão parte da frota da região metropolitana.

Anúncios

No total, está prevista a chegada de 300 novos ônibus para o sistema metropolitano já no primeiro semestre deste ano. Esses veículos foram adquiridos pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belém (Setransbel), com os descontos viabilizados pelo Governo do Pará por meio da desoneração do setor de transporte.

Todos os veículos terão ar condicionado, wifi, baixa ou nenhuma emissão de gás poluente e acessibilidade.

FROTA

Na fábrica da CAIO, estão sendo fabricados três modelos de ônibus, com motores tanto dianteiros quanto traseiros, caracterizados por emissão reduzida de ruídos, além da linha de veículos elétricos. Todos os ônibus adquiridos incluem recursos de acessibilidade, como elevadores e assentos destinados a pessoas com deficiência, mobilidade reduzida, idosos e cães-guia. Adicionalmente, contam com comodidades como sistema de ar condicionado, wifi, iluminação em LED, assentos estofados, microcâmeras, catraca eletromecânica, validador eletrônico e janelas com vidros de borracha, proporcionando maior conforto térmico.

Anúncios

Esses ônibus apresentam tecnologia avançada, incorporando telemetria para gerenciamento da frota e controle de velocidade, além de um botão de pânico, visando a segurança tanto dos usuários quanto dos trabalhadores.

“Esses lotes de veículos são de última tecnologia. No caso da Telemetria, ela ajuda na preservação do veículo em utilização para o passageiro, além dos custos de manutenção porque você tem a possibilidade de rever antes de dar problema a condição de necessidade de manutenção. Assim como, no caso do elétrico, possibilita também toda a telemetria das cargas de bateria, que em média dura 250 quilômetros, dependendo do piso a ser utilizado e a carga de passageiros. O Botão do Pânico também é mais um equipamento de segurança que pode ser acionado em casos de assaltos, assédios ou qualquer outra situação de perigo”, explica Wilson Cavalari, diretor industrial da CAIO.

O diretor industrial também falou sobre a satisfação da empresa em produzir os veículos e entregar essa nova frota para Belém. “Para nós é uma satisfação muito grande, por ter um pedido significativo que vai agregar muito para a população e os usuários de Belém”. 

Anúncios

Modelos dos ônibus que circularão em Belém

Apache Vip – Veículo de motor dianteiro, tendo como principal característica a durabilidade e a tecnologia. Todos os carros desse modelo tem capacidade para 81 pessoas.

Anúncios

Millennium – Modelo com motor traseiro, idealizado para operar em centros urbanos e corredores de ônibus. A capacidade é para 94 pessoas.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios