//

Idosa é encontrada enterrada e coberta por concreto no quintal de casa em Belém

Começar

Uma idosa foi encontrada morta, enterrada e coberta por concreto no quintal do própria casa no bairro de Fátima, em Belém, na tarde do último domingo, 31. O corpo da vítima, identificada como Maria Mendonça, de 72 anos, estava em estado de decomposição. A idosa estava desaparecida desde a última terça-feira, 26.

Maria Mendonça de 72 anos estava desaparecida desde a última terça-feira, 26, e foi encontrada enterrada no quintal da própria casa

Maria era professora aposentada e morava sozinha. Desaparecida há três dias, os parentes da vítima resolveram invadir o imóvel, foi quando foi notado que o piso do quintal da casa havia uma parte que aparentava ter sido concretada recentemente. Neste momento, os parentes encontraram o corpo.

A página Guerreiros do Pará, no Facebook, mostrou imagens do corpo sendo retirado da casa.

Informações preliminares davam conta de que o crime pode ter sido um latrocínio (roubo seguido de morte), pois objetos da casa da vítima desapareceram.

O crime é investigado pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil, que não descarta nenhuma hipótese sobre a motivação do assassinato. 

O corpo da idosa foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), onde terá a identificação confirmada.

MENSAGENS SUSPEITAS FIZERAM A FAMÍLIA RECORRER À POLÍCIA: 

A vítima, mesmo morando sozinha, mantinha uma rotina de contato com a família por meio de mensagens. A família suspeitou quando ficou sem contato com a idosa por cerca de sete dias. Após a falta de contato, que preocupou os familiares, uma pessoa enviou mensagens aos familiares de Maria se fazendo passar pela vítima. A pessoa, fingindo ser a idosa, informou que estava viajando. Porém, os textos enviados estavam com erros gramaticais que segunda a família, jamais seriam cometidos pela professora.

O BT Mais entrou em contato com a Polícia Civil sobre o caso. Por meio de nota, a PC disse que a morte da idosa segue sendo investigada pela Divisão de Homicídios (DH) e que diligências estão sendo feitas para levantar informações, as circunstâncias do fato e os responsáveis pelo crime.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD