////

Insegurança alimentar atinge mais de 60 milhões de brasileiros, diz relatório da ONU

Começar

Mais de 60 milhões de brasileiros já enfrentaram algum tipo de  insegurança alimentar, de acordo com um relatório da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) divulgado nesta quarta-feira (6).

Os últimos números da instituição revelam uma piora alarmante da fome no Brasil. Entre 2014 e 2016, a insegurança alimentar atingiu 37,5 milhões de pessoas – 3,9 milhões estavam na condição grave.

Segundo a FAO, as definições para a insegurança alimentar são as seguintes:

  • Insegurança moderada: as pessoas não tinham certeza sobre a capacidade de conseguir comida e, em algum momento, tiveram de reduzir a qualidade e quantidade de alimentos.
  • Insegurança grave: as pessoas que ficaram sem comida e passaram fome e chegaram a ficar sem comida por um dia ou mais.

Em 2021, 2,3 bilhões de pessoas no mundo enfrentam um cenário de insegurança alimentar grave ou severa, 350 milhões a mais do que antes da pandemia do coronavírus. 

A pesquisa mostra também que as mulheres são as que mais sofrem com a insegurança alimentar. 

No ano passado, 31,9% das mulheres no mundo enfrentavam um cenário de insegurança moderada ou grave, acima dos 27,6% apurados entre os homens.

De acordo com as projeções da FAO, 670 milhões de pessoas passarão fome em 2030, o que é equivalente a 8% da população global.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD