//

Médico que assediou aluna tem fotos na internet com lema bolsonarista

Caso segue sendo investigado pela polícia.

3 minutos lidos

Em uma visita no perfil do Facebook da esposa do médico Marcus Vinicius Henriques Brito, o slogan do bolsonarismo “Brasil a cima de tudo, Deus acima de todos” está estampado. O médico é professor do curso de medicina do Centro Universitário Metropolitano da Amazônia (Unifamaz) e também da UEPA e UFPA.

Anúncios
Foto do perfil da esposa de Marcus Vinicius

O caso de assedio, registrado em vídeo, aconteceu no ultimo dia 17 de novembro, quarta-feira, no centro universitário durante uma aula na qual a turma majoritariamente feminina, aprendia a fazer um processo de intubação, usando um boneco. Foi durante esse procedimento que o assédio aconteceu.

Não conseguimos falar com a vítima do assédio, que prefere manter anonimato, entretanto colegas de turma alegam que ela segue extremamente abalada com o ocorrido e por não teve apoio da instituição.

Um boletim de ocorrência foi registado e caso segue sendo investigado.

O centro universitário declarou em nota atualizada recentemente que refuta com veemência qualquer atitude que viole o bem-estar da comunidade acadêmica. A universidade também diz que o professor não fará mais parte do corpo docente da instituição. Apoio acadêmico-psicopedagógico foi garantido pela universidade aos envolvidos.

Anúncios

Um protesto foi feito na manhã de hoje, 26, contra o crime. A manifestação contou com o apoio de coletivos Feministas, entre eles o “Juntas Belém”. Além de centros Acadêmicos e outras instituições.

Perguntamos a uma das alunas da instituição, e amiga da vítima, se o autor do crime tentou contato para coagi-la. A aluna, que também prefere não se identificar, afirma que depois de ser intimado pela universidade, ele tentou “cumprimentar” a assediada. Segundo a mesma, após a denuncia, o professor ainda continuava com acesso livre na instituição.

O Ministério Público, informou em nota, que ainda não recebeu denúncia sobre o caso e que está aguardando o andamento das investigações para que possa tomar as medidas cabíveis. 

Anúncios

Já a Polícia Civil, informou que o caso de Importunação Sexual foi registrado e segue sob investigação da Divisão Especializada no Atendimento à Mulher.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios