//

Moradores denunciam precariedade da avenida Padre Casemiro em Barcarena

O vídeo foi enviado por seguidores denunciando condições do local.

2 minutos lidos

Moradores do município de Barcarena denunciam precariedade da avenida Padre Casemiro, na comunidade quilombola Burajuba. Em um vídeo compartilhado pela população é possível ver as condições precárias do local, nas imagens uma mulher tenta atravessar a via com o filho, com muita dificuldade.

Anúncios

O rapaz que registrou a situação, narra durante o vídeo que o ramal está deteriorado, que há restos de material de construção jogados na beira da rua. Além da quantidade de lixo acumulada no local. Segundo o morador, a empresa que está fazendo a obra junto com a prefeitura da cidade, não respeita a  comunidade quilombola. 

A avenida fica a 100 quilômetros de distância da capital paraense e é a principal via de acesso ao Porto da Hidrovias do Brasil, Unitapajós, Vila de Itupanema e praia do Caripi. 

Em 2019 a prefeitura de Barcarena junto com a empresa Unitapajós, iniciou um projeto de estudo técnico para recuperação definitiva da avenida. O site da prefeitura ainda emitiu um comunicado informando que a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Semade), realizaria uma grande fiscalização de 24 horas. 

No mesmo comunicado a prefeitura informou que “Eventualmente, denúncias de supostos desastres ambientais no município vão parar nas redes sociais, nos aplicativos de mensagens instantâneas e até mesmo na imprensa paraense. Por isso, a prefeitura de Barcarena, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade), criou um esquema para apurar as informações repassadas pelos moradores da maneira mais rápida e eficiente possível”.

Anúncios

Entramos em contato com a Semade e a prefeitura de Barcarena e aguardamos retorno.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios