//

Novo Mercado de São Brás: diretor da Codem afirma que Mercado será entregue em setembro deste ano

3 minutos lidos

Depois de visitar os feirantes do Mercado de São Brás, que estão trabalhando em um espaço temporário improvisado por conta das obras de reforma e modernização do centenário espaço, o BT conversou com Lélio Costa, Diretor-Presidente da Companhia de Desenvolvimento e Administração da Área Metropolitana de Belém (Codem) sobre o avanço da reforma.

Anúncios

De acordo com Lélio, as obras de reforma já estão em 45% e haverá um reforço na equipe para acelerar os trabalhos para entregar o novo Mercado de São Brás em setembro deste ano. As características originais do Mercado de São serão preservadas e o estacionamento será ampliado e remodelado, bem como todo o entorno do local.

Mercado de São Brás será entregue em setembro deste ano, afirma diretor da CODEM. Imagem reprodução.

A Empresa Multisul Engenharia S/S Ltda, com sede em Belém, será a responsável pela obra, estimada em cerca de R$ 50 milhões, já assegurados através de empréstimo junto à Caixa Econômica Federal e o prazo de execução da obra é de 18 meses. O projeto de reforma e requalificação prevê uma área de lazer, com restaurantes, mezanino, além de espaços para manutenção dos cerca de 300 permissionários e artesãos, que já trabalhamno mercado em regime de concessão concedida pelo poder público municipal. É a primeira vez que a empresa presta serviços para a Codem.

O QUE SERÁ REFORMADO?

Reforma do piso, forro, parede, rodapés, bancadas, nova pintura, serralheira, movas rampas serão instaladas, esquadrias, novas instalações hidráulicas e elétricas; hidrosanitários e de combate a incêndio; sistemas eletrônicos e de telecomunicações; montagem de elevador comercial e os demais serviços contemplados na planilha orçamentária.

Anúncios

De acordo com a Codem, a execução dos serviços deverá ser fornecida em conformidade com as normas técnicas brasileiras em consonância com os requisitos por lei em relação à segurança. EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para os trabalhadores da obra.

A obra será desenvolvida por etapas na medida que for executad. Os atuais trabalhadores locados mo mercado serão transferidos para uma área já construída, enquanto se executa a obra, conforme as etapas. Em nenhum momento as atividades comerciais dos trabalhadores serão suspensas, disse a Companhia.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios