//

Organizadas de Remo e Paysandu são suspensas e paralisam atividades; Polícia investiga ameaças

7 minutos lidos

Depois do clássico RexPa do último domingo, 4, um torcedor do Clube do Remo foi brutalmente assassinado. Thiago Arya Silva, teria sido emboscado por uma das torcidas organizadas na Av. Independência, próximo ao Mangueirão.

Anúncios

A polícia chegou a informar que a vítima, conhecida por Thiago Dentinho, foi deixada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Icuí-Guajará por duas pessoas não identificadas. Ele chegou sem vida. O crime segue sendo investigado.

Com a repercussão da morte do torcedor, dois dias depois, a Polícia Militar determinou e avisou às diretorias dos clubes, que está proibida a utilização de todos os materiais e itens das organizadas, com previsão de dobro da pena em caso de descumprimento.

Documento da Polícia Militar informando a suspensão das organizadas da dupla RexPa. Imagem reprodução.

Embora a linda festa com mosaicos exibidos pelas duas torcidas no dia do clássico, que terminou em 0 a 0, muitas brigas foram registradas em alguns bairros e a PM encontrou rojões, drogas e até foragidos do sistema penitenciário em meio às organizadas.

Nas redes sociais, as principais torcidas organizadas de Remo e Paysandu informaram seus integrantes sobre a proibição imposta:

Anúncios

“Informamos a todos integrantes da Torcida Bicolor que nossos materiais estão proibidos por 06 jogos, portanto, não será permitido a entrada de nenhum material (bermuda, camisa e boné), bateria ou faixas que representem a nossa Torcida. Pedimos a colaboração de todos, nesses jogos utilizem as camisas do Paysandu azul ou branca! Evite problemas na portaria. TUTB – O PODER QUE VEM DO NORTE”, disse a TUTB do Paysandu.

Anúncios

“As torcidas organizadas frequentemente têm sido associadas a episódios de violência nos estádios e em confrontos fora deles. No entanto, poucos sabem do real e único motivo que nos leva aos estádios: apenas o nosso clube do coração. Cada excesso, cada situação desagradável que ponha em risco a vida de alguém, não é aceita. Não compactuamos com tais atos e repudiamos veementemente, prova de que estamos em frequente adaptação e atentos aos cuidados da sociedade, promovendo ações de saúde e assistência. Reafirmamos o nosso compromisso com a festa na arquibancada. Prova disso foi a nossa dedicação de dias e noites para fazer acontecer um dos maiores espetáculos já vistos no nosso estádio olímpico, com um planejamento minucioso que atingiu a 98% dos torcedores que frequentam as praças esportivas. Nos dedicamos incansavelmente para fazer o show na arquibancada ocorrer da forma que esperávamos, e deu certo. Portanto, estamos aqui para reafirmar nossa responsabilidade coletiva em garantir aos torcedores grandes espetáculos esportivos em um bom ambiente. Atenciosamente, A MAIOR DO NORTE”, afirmou a Maior do Norte, do Clube do Remo.

AMEAÇAS EM BAIRROS E INTERRUPÇÃO DAS ATIVIDADES

Anúncios

Em função da proibição definida pela Polícia Militar do Pará, em grupos de mensagens, algumas organizadas de bairros anunciaram a interrupção das suas atividades e proibiram reuniões por tempo indeterminado: “

“POR MEIO DESTA, ANUNCIAMOS E PEDIMOS A COOPERAÇÃO DE TODOS. SEGUE AS ORIENTAÇÕES:
TODOS OS BAIRROS DA UNIÃO, CIDADE NOVA, ICUÍ , 40 HORAS GUAJARÁ, PAAR E COQUEIRO: ESTÃO PROIBIDO DE FAZER REUNIÕES, USAR QUALQUER MATERIAL DA TORCIDA POR TEMPO INDETERMINADO E PARA A SEGURANÇA DE TODOS. NUNCA IREMOS DEIXAR DE SER REMOÇADA E DEFENDER AQUILO QUE NÓS ACREDITAMOS. MAS NO MOMENTO PEDIMOS QUE TODOS ACATEM AS ORIENTAÇÕES ACIMA”, destacou a organização da Remoçada dos bairros União, Cidade Nova, 40 Horas, Guajará, Paar e Coqueiro.

“VIEMOS ATRAVÉS DESSA NOTA INFORMAR A TODOS QUE HOJE 07/02 as 19:00HRs!* *O “12BVG BDC JURUNAS” ESTÁ ENCERRANDO SUAS ATIVIDADES POR TEMPO INDETERMINADO DA TORCIDA É O BAIRRO NÃO TERÁ MAIS TORCIDA ORGANIZADA !* *PEDIMOS A TODOS QUE EVITEM DE USAR QUALQUER TIPO DE MATERIAL QUE FAÇA ALUSÃO A ORGANIZADA DO PAYSANDU NO BAIRRO!* *ESPERO QUE TODOS TENHAM ENTENDIDO E RESPEITEM A DECISÃO TOMADA!* *TUTB JURUNAS DESDE 92*”, disse a organizada do Paysandu no Jurunas, TUBTJURUNAS.

Além disso, em grupos de mensagens surgiram ameaças em alguns bairros a quem for visto com vestimentas e adereços das organizadas:


Outra ameaça, desta vez, enderaçada a todos os bairros. Imagem reprodução.
Ameaças a quem for visto com itens das organizadas no bairro do Barreiro, com assinatura do Comando Vermelho, uma facção criminosa. Imagem: reprodução.

O BT entrou em contato com as Polícias Militar e Civil sobre as ameaças. Em nota, a Polícia Civil disse segue investigando a morte do torcedor e que também está investigando as ameaças nos bairros.

“A Polícia Civil informa que investiga a morte do torcedor, assim como as ameaças envolvendo torcidas organizadas”.

A Polícia Militar não deu retorno até a última atualização desta matéria.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios