////

Pega a Pipoca | Cinco produções brasileiras pra quem vai curtir o carnaval em casa

8 minutos lidos

Mais um ano sem o tradicional carnaval brasileiro tomando conta das ruas. Com a pandemia, tivemos de abrir mão de um dos rolês mais tradicionais do país. Pra quem conseguiu pelo menos o feriado pra descansar da correria, o BT preparou uma lista com cinco produções PTBR que acontecem durante nossos saudosos dias de festa carnavalesca. Pega a pipoca, uma bebida e vem!

Anúncios

Ó Paí, Ó – 2007 Dirigido por Monique Gardenberg

Lázaro Ramos e Wagner Moura em Ó Pai. Ó. Imagem: reprodução

O longa, que é uma adaptação da série exibida na rede globo, se passa em um animado cortiço do centro histórico do Pelourinho, em Salvador, tudo é compartilhado pelos seus moradores, especialmente a paixão pelo Carnaval e a antipatia pela síndica do prédio, Dona Joana. Todos tentam encontrar um lugar nos últimos dias do Carnaval, seja trabalhando ou brincando. Incomodada com a farra dos condôminos, Dona Joana decide puní-los, cortando o fornecimento de água do prédio.

O filme conta com uma das cenas icônicas do cinema nacional, quando acontece a discussão entre os personagens de Wagner Moura e Lázaro Ramos. Quem quiser curtir mais a dobradinha dos atores, que são referência em atuações marcantes, pode ver também “Cidade Baixa” longa de 2005 que conta com a dupla em uma atuação visceral. Vale a pena conferir.

ONDE VER, BT? “Ó Pai, Ó” está disponível na Globoplay e também completo no YouTube

Anúncios

Veja o Trailer:

Estou me guardando para quando o carnaval chegar – 2019 Dirigido por Marcelo Gomes

Estou me guardando para quando o carnaval chegar. Imagem: Reprodução internet

Viver é trabalhar? Quanto vale a sua vida e seu trabalho? O documentário é dirigindo pelo cineasta pernambucano Marcelo Gomes, premiado pelo filme “Cinema, Aspirinas e Urubus” de 2005, mostra a realidade de Toritama, uma cidade do interior de Pernambuco, onde a economia é baseada em uma produção frenética de jeans.

Anúncios

O documentário retrata um Brasil desconhecido, principalmente pelo eixo sul e sudeste que muitas vezes pensa estar deslocado dos outros cantos do país. A cidadezinha do agreste pernambucano, é responsável por 20% da produção de jeans nacional. Com um ritmo intenso e exploratório de trabalho dos moradores. São mais de mais de 20 milhões de jeans produzidos anualmente em fábricas caseiras. A população, trabalha sem parar exceto no ano novo e no Carnaval. quando chega a semana de folga, eles vendem absolutamente TUDO que acumularam para descansar no litoral.

É o primeiro documentário do diretor e a ideia do Doc veio por Marcelo ter conhecido o local na infância. Sem julgamentos, o cineasta te mostra as imagens e deixa que o público tire suas próprias conclusões.

Anúncios

ONDE VER, BT? Disponível na Netflix e no YouTube

Veja o trailer:

Filhos do Carnaval – 2006 Série da HBO

Filhos do Carnaval. HBO. Imagem: reprodução internet

A série brasileira da HBO, tem duas temporadas é conta sobre uma família conhecida por seus negócios ilegais.

Anésio Gebara, interpretado por Jece Valadão, é o patriarca da família. Dono de uma escola de samba e bicheiro, ele tem seu filho Anesinho (Felipe Camargo) como seu braço direito, mas a morte inesperada do rapaz é vista como uma oportunidade de sucesso no mundo dos negócios para os outros filhos de Anésio. Agora, Claudinho (Enrique Diaz), Brown (Rodrigo dos Santos) e Nilo (Thogun) iniciam uma disputa para ocupar o lugar de prestígio ao lado do pai.

ONDE VER, BT? Mesmo sendo uma produção HBO, não está disponível na HBO Max, mas pode ser encontrada em site de reprodução pela internet.

Damas do Samba – 2013 Dirigido por Susanna Lira

O documentário apresenta um olhar de provocação sobre o papel da mulher no samba e tem como tônica a força feminina, que impulsiona e ajuda a fazer do samba o maior e mais representativo ritmo popular brasileiro. Seja como passista, madrinha, musa ou operário do carnaval, a mulher é protagonista, não somente pelo sua imagem, mas também pelo espírito empreendedor, criatividade e natureza inspiradora.

ONDE VER, BT? Disponível no Amazon Prime Vídeo

Veja o trailer:

O canto da Seria – 2013. Minissérie dirigida por José Luiz Villamarim e Ricardo Waddington

Minissérie de quatro episódios, baseada no romance homónimo de Nelson Motta, “O canto da sereia” conta sobre o mistério que envolve o assassinato da cantora de Axé Sereia, interpretada por Isis Valverde. A estrela de sucesso nacional é morta em cima de um trio elétrico no meio do carnaval baiano.

A minissérie foi sucesso de público e critica e é uma ótima pedida pra quem ta atoa no carnaval.

ONDE VER, BT? Disponível na Globoplay

Veja o Trailer:

Bônus: Animação americana fofinha.

Rio – 2011 Dirigido por Carlos Saldanha

A animação Rio, não é brasileira, é uma produção americana, porém que foi dirigida por um cineasta brasileiro, com trilha brasileira e se passa no Rio, então vamos dar essa colher de chá.

Rio conta a história da arara Blu, que foi capturada por contrabandistas de animais quando tinha acabado de nascer e nunca aprendeu a voar e vive uma vida domesticada feliz em Minnesota, nos Estados Unidos, com sua dona, Linda. Blu pensa que é a última arara de sua espécie. Mas quando descobrem que Jewel, uma fêmea, vive no Rio de Janeiro, Blu e Linda vão ao seu encontro. Os contrabandistas capturam Blu e Jewel, mas as aves escapam e começam uma aventura arriscada rumo à liberdade.

ONDE VER, BT? Disponível no Disney +

E ai, curtiu? Sábado que vem tem mais produções do audiovisual brasileiro.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios