/

Pelo 5º ano consecutivo, Equatorial Pará é a maior patrocinadora de cultura do estado

Conheça os projetos patrocinados pela distribuidora no primeiro semestre de 2024.

7 minutos lidos

Em 2023, a Equatorial Pará foi reconhecida, pelo 5º ano consecutivo, pelo governo estadual, como a empresa que mais investe em cultura no Pará. Somente ano passado, por meio das leis de incentivo, R$ 18,5 milhões foram investidos em 42 projetos, que ocorreram em 36 municípios do estado, nas mais diferentes regiões, da Região Metropolitana de Belém à Ilha de Marajó, do Sul ao Oeste paraense.

Anúncios

De 2019 a 2023, foram aprovados 117 projetos, dos mais diversos segmentos artísticos, sociais e sustentáveis, através das leis de incentivo estadual e federal, um investimento de R$ 40,2 milhões que fortalece o setor na região, contribui para o desenvolvimento do estado e democratiza a arte para a população paraense.

Para Michelle Miranda, analista de Responsabilidade Social da Equatorial Pará, a empresa investe em projetos culturais e sociais porque acredita no poder transformador que essas ações causam nas comunidades. Ela destaca que essas iniciativas também geram emprego e renda onde ocorrem.

“É com muito orgulho que a Equatorial é a maior patrocinadora de cultura do Pará. Os projetos que apoiamos sempre impactam positivamente todos os lugares por onde passam. Eles transformam a vida das pessoas e também ajudam na economia local”, destaca Michelle.

Um dos projetos que a Equatorial patrocina é o Gastronomia do Amanhã, que realiza aulas teóricas e práticas de técnicas de cozinha para pessoas em vulnerabilidade social. A produtora da iniciativa, Liane Gaby, comenta sobre a parceria com a distribuidora de energia.

Anúncios

“O projeto Gastronomia do Amanhã ao chegar em uma cidade tem o intuito de levar o ensino da gastronomia como transformação social e resgate da cultura alimentar de cada local e a Equatorial acreditou no projeto desde o início. A empresa é parceira e proporciona que o Gastronomia possa estar presente em vários locais do Pará, com o ensino da gastronomia para as pessoas, em especial mulheres, em vulnerabilidade social”, destaca Liane.

Para 2024, a Equatorial Pará prevê mais projetos de valorização da cultura paraense. Confira as iniciativas a serem realizadas pela empresa ainda no primeiro semestre de 2024.

  • Gastronomia do Amanhã

Mais de 4 mil pessoas em vulnerabilidade social já foram profissionalizadas com o projeto Gastronomia do Amanhã, que capacita o público com aulas de mercado e cozinha. Nesta edição, 12 cidades do estado receberão o curso de forma gratuita. A iniciativa percorrerá os municípios de janeiro a abril, com 40 horas de aula com base nas práticas da cultura alimentar amazônica, além de palestras de gastronomia.

Anúncios
  • Festival Cultura e Juventude

Programação cultural gratuita composta por apresentações de artistas e grupos de música popular. O projeto itinerante vai ocorrer até março em municípios como Altamira, Uruará e Senador José Porfírio.

  • Música para Todos

Projeto cultural, com foco na música paraense, que vai percorrer os municípios de Cachoeira do Arari, Marituba, Belém e Ananindeua.

Anúncios
  • Passaporte para a Vitória

O projeto tem como objetivo gerar oportunidades para crianças e jovens com a formação cidadã e sócio esportiva. Os inscritos, nas cidades de Castanhal e Bragança, farão parte de uma escolinha de futebol e, também, terão acompanhamento pedagógico.

  • Projeto Social Esportivo Descoberta de Talentos

Núcleo de prática de judô dedicado às comunidades de baixa renda. O projeto oferece a inclusão social através do esporte para 250 crianças e adolescentes em sua maioria da rede pública de ensino. O projeto será realizado em Paragominas e Santa Maria.

  • Cores do Pará

O projeto é realizado em parceria com lideranças comunitárias, com curso de grafite para crianças e adolescentes das comunidades, além da revitalização das associações de moradores, através do grafite. A iniciativa será realizada em Castanhal, Marabá, Belém, Altamira e Santarém.

  • Crescendo para o Bem

O projeto Crescendo para o Bem tem como finalidade, utilizar o esporte como ferramenta educacional, no desenvolvimento esportivo e social de 240 adolescentes de 12 a 15 anos, residentes em comunidades de área de risco. Oferecer ensino de qualidade, além de ofertar reforço educacional no contra turno escolar, e a prática do futebol numa perspectiva educacional. A iniciativa ocorrerá em Marabá, Belém e Santarém.

  • Festival Cultural Bere Xikrin

Festival de três dias, em Anapu, que contará com diversas apresentações de dança e música, três oficinas de troca de saberes e uma exposição de artesanatos, vestimentas, pinturas corporais e artefatos. A expectativa é reunir cerca de 500 representantes dos povos originários, e para registrar toda essa riqueza cultural, um documentário será gravado durante o evento e produzido em formato de curta metragem. O objetivo é levar esse registro às escolas do Pará e de outros estados do Brasil, contribuindo para a documentação, valorização e compreensão da cultura indígena, em especial a dos Xikrin.

  • E+ Caravana Equatorial

Conjunto de serviços que a Equatorial leva para as comunidades de diversos municípios. Ao final de uma semana de ação, é realizado sorteio de geladeiras, pelo programa E+ Geladeira Nova, e shows musicais com artistas paraenses.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios