//

Por que memes de baixa qualidade fazem tanto sucesso?

Começar

Os “estáticos”, famosos por quem usa o Twitter, são uma febre entre jovens que utilizam memes nas redes sociais. Memes como os da cantora Gretchen no reality A Fazenda e no documentário “Gretchen Filme Estrada” são responsáveis pela utilização massiva desse estilo de comunicação na internet. Mas por que fazem tanto sucesso? O que explica a baixa qualidade em uma era de celulares com câmeras tão potentes? O BT foi atrás dessas respostas.

“Estático” de Gretchen no documentário sobre a cantora. Foto: Redes Sociais

Na edição do BBB 22, exibida no início deste ano, um dos memes que ganharam o carinho do público foi a da imagem de divulgação da participante Jessilane. A imagem com pouca definição ganhou as redes sociais, o que trouxe à participante uma certa identidade visual.

Imagem da participante Jessi ganhou as redes sociais. Foto: Redes Sociais

Os memes mal renderizados não se resumem apenas à Gretchen ou participantes de reality, na verdade, essa cultura absorve todos os personagens de destaque dentro da bolha do Twitter, Nicole Bahls, Tulla Luana e Pepita são exemplos de sub celebridades que possuem pelo menos um meme “estático”.

A cantora e influenciadora Pepita também é utilizada nos memes de baixa qualidade. Foto: Redes Sociais

De acordo com o artigo “In Defense Of The Poor Images”, publicado em 2009 pela escritora, cineasta e artista visual, Hito Steyerl, “A imagem de baixa qualidade é uma cópia em movimento. Sua qualidade é ruim, sua resolução está abaixo do padrão. À medida que acelera, deteriora-se. É um fantasma de uma imagem, uma prévia, uma miniatura, uma ideia errante, uma imagem itinerante distribuída gratuitamente, espremida através de conexões digitais lentas, compactada, reproduzida, rasgada, remixada, bem como copiada e colada em outros canais de distribuição.”

A cineasta Hito Steyerl explica por que uma imagem de baixa qualidade é compartilhada na internet. Foto: Reprodução

Por isso, Hito defende que uma imagem que foi compartilhada diversas vezes nas redes sociais cria quase que uma cultura dentro de uma cultura, faz com que aquela imagem tenha um registro, uma trajetória, ou seja, um meme dentro de outro.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD