/

Presidente de Portugal se pronuncia sobre racismo contra filhos de Ewbank: ‘intolerável’

Começar

Os ataques racistas direcionados aos filhos dos atores Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso em Portugal, chegaram ao presidente daquele país, que se pronunciou sobre o assunto. Em comunicado oficial, Marcelo Rebelo de Sousa condenou o crime cometido por uma cidadã portuguesa no sábado, 30, e classificou o episódio como “lamentável”.

Ele defendeu ainda que práticas de racismo e xenofobia são “condenáveis” e devem ser devidamente punidas, “seja qual for a vítima”.

“Não vale a pena negar que há, infelizmente, setores racistas e xenófobos entre nós, mas não se pode, nem deve, generalizar, pois o comportamento da sociedade portuguesa é, em regra, respeitador dos direitos fundamentais e da dignidade da pessoa humana”, diz o comunicado.

O chefe de governo ressaltou, ainda, que a sociedade portuguesa é constituída por pessoas das mais variadas origens, e que não há “portugueses puros”.

“Somos todos descendentes de culturas, civilizações e origens muito diversas. Somos todos transmigrantes, todos temos familiares e amigos que vivem ou viveram fora do quadro geográfico físico de um país; tal como tantos que aqui encontram uma melhor vida. E todos somos Portugal.

ENTENDA

Giovanna Ewbank disse que seus filhos foram vítimas de racismo em um restaurante na Costa da Caparica, em Portugal, neste sábado (30). Segundo a atriz, uma mulher xingou Bless e Titi, seus filhos com Bruno Gagliasso, e um casal de turistas angolanos que estava no lugar.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD