/////

Professores da Esmac denunciam atrasos recorrentes de salário

Começar

Professores da Escola Superior Madre Celeste, a Esmac, localizada na Cidade Nova em Ananindeua, denunciaram ao BT que, desde o mês de maio de 2022, o pagamento dos salários tem sido feito com atraso para a categoria. Eles dizem ainda que, desde que o problema começou a acontecer, nenhuma explicação foi dada.

“O salário de maio nós recebemos no final de junho; o salário de junho e julho, onde estão inclusas as férias, ainda não saiu”, diz um dos denunciantes. 

As denúncias dão conta ainda de que os professores voltaram às atividades no dia 25 de julho, quando finalmente receberam satisfações a respeito dos atrasos. “O diretor se eximiu de culpa e responsabilizou a coordenação (pela falta de informações). A coordenação não sabia quando os professores iam receber, os departamentos administrativos não sabiam quando a gente ia receber”, relatou outro denunciante.

A última informação que teria sido repassada aos professores, segundo as denúncias, é de que um erro na transação bancária impossibilitou que os pagamentos em atraso fossem realizados nesta quarta-feira, 27. 

Os professores afirmam que até esta quinta-feira, 28, os valores ainda não teriam sido pagos. 

Outra preocupação é a de que mesmo após o acerto dos valores em atrasos, a situação persista. “Não sabemos se vai ficar um mês ou se vão ser todos os meses assim”, contou um dos professores. “Não temos dinheiro para nada”, desabafou um dos profissionais.

Em nota, a Esmac disse que o atraso “se deu em decorrência da culminância de bloqueio de contas bancárias da Instituição relacionadas a ações trabalhistas advindas de gestões anteriores” e que os profissionais estão cientes da situação.

“Desde esta quarta-feira, 27,os pagamentos estão ocorrendo dentro do prazo estabelecido, de acordo com a conversa aberta entre a Diretoria, coordenadores acadêmicos e professores da ESMAC”, diz a nota.

CONFIRA O POSICIONAMENTO NA ÍNTEGRA 

Foto: Reprodução.

A Diretoria da Faculdade ESMAC se manifesta sobre o assunto de atraso de pagamento de Professores do mês corrente, informando que o mesmo se deu em decorrência da culminância de bloqueio de contas bancárias da Instituição relacionadas a ações trabalhistas advindas de gestões anteriores. 

Desde esta quarta – feira (27) os pagamentos estão ocorrendo dentro do prazo estabelecido, de acordo com a conversa aberta entre a Diretoria, coordenadores acadêmicos e professores da ESMAC. Desta forma a situação está sendo solucionada, e o provisionamento dos valores dos professores que ainda não receberam já está consolidado e se efetivará até a data de 29 de julho de 2022.

A instituição informa a toda a sua comunidade acadêmica que está trabalhando para minimizar os impactos, somada, com uma gestão interina transparente, eficiente, informativa, participativa e acolhedora, que sempre adianta informações de natureza administrativa e financeira à sua comunidade interna principalmente aos coordenadores e docentes como têm sido desde o início de suas atividades na ESMAC e assim segue cumprindo com suas obrigações.

Esclarecemos ainda que o assunto em questão está sendo tratado também com o Sindicato dos Professores da Rede Privada de Ensino do Estado do Pará- SINPRO por intermédio de seus representantes, a fim de buscarmos sempre maior e melhor regularização no que corresponde aos direitos do corpo docente da Instituição de Ensino ESMAC.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD