/

Projeto busca um lar para Cara Torta

2 minutos lidos

O Cara Torta, cão que foi mostrado pelo Belém Trânsito nas últimas semanas, agora precisa de um lar. O cachorro era cuidado comunitariamente por moradores do conjunto Natália Lins, no bairro Mangueirão em Belém, quando ficou alguns dias desaparecido sob suspeita de ter sido abandonado pelo vice-síndico. Após muita mobilização ele foi encontrado próximo à seccional da Marambaia e a Delegacia de Meio Ambiente e Proteção Animal (Dema) continua as investigações sobre o caso.

Anúncios

Depois de tantos momentos difíceis, Cara Torta está seguro, sob os cuidados do projeto Xerimbabos. Ele está fazendo tratamento para parasitas e terá alta da clínica onde está internado nesta segunda-feira, 14. 

Cara Torta está em busca de um lar. Foto: Carmen Américo

Segundo a cuidadora, ele foi para uma feira de adoção no sábado, 12, mas não conseguiu um lar. O projeto está em busca de um lar permanente para ele ou padrinhos e madrinhas para ajudar nos custos do tratamento até ele ser adotado.

Como explicou a idealizadora do projeto Xerimbabos, Carmen Américo, e que está cuidando de Cara Torta, quem desejar ser padrinho ou madrinha pode entrar em contato por meio do Instagram (@carmen.americo.protetora) e informar que quer ajudar e com qual quantia pode contribuir. 

“Cada um dá quanto pode, pode ser até 1 real”, explicou ela. Ou os valores são divididos por cotas: “Se for, por exemplo, 500 reais, aí 50 pessoas dão R$10″. Carmen falou da importância dos padrinhos, para a manutenção do projeto: “Como meu perfil é pequeno e eu resgato muito, tem uma hora que, ou chega gente nova (padrinhos) ou a gente não consegue pagar, como é o caso agora, nós estamos devendo 900 reais”, referentes à internação de Cara Torta.

Anúncios

Além do perfil no Instagram, quem desejar contribuir ou adotar Cara Torta, pode entrar em contato com Carmen pelo telefone (91) 98146-9884.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Anúncios