///

Votos brancos e nulos: saiba qual a diferença entre eles

Começar

Nas eleições presidenciais de 2018, os votos brancos e nulos somaram 42,1 milhões, enquanto o candidato eleito, Jair Bolsonaro, teve um total de 57,7 milhões.  Seu adversário, Fernando Haddad (PT), somou 47 milhões de votos.

Isso mostra como os votos brancos e nulos foram decisivos para a definição daquela eleição. Mas você sabe o que eles significam e qual a diferença entre os dois?

O BT decidiu entrar nessa missão, para te ajudar a entender como funciona um dos direitos do cidadão brasileiro: o voto.

Brancos X Nulos

O que precisa ser esclarecido inicialmente é que nenhum desses votos beneficiam quaisquer candidatos que estejam na corrida eleitoral para qualquer que seja o cargo concorrido.

Votos brancos e nulos possuem diferenças, saiba diferenciá-los. Foto: Reprodução internet

Voto branco

Esse voto acontece quando o eleitor pressiona o botão “branco” na urna eletrônica. Ele pode ser considerado como um esquecimento ou quando o eleitor não estabelece preferência por nenhum candidato. Antes, o voto branco era considerado válido e era doado ao candidato vencedor. No entanto, após a Constituição de 1988 e a Lei das Eleições, apenas os votos nominais e os de legenda permaneceram sendo contabilizados como válidos.

Voto nulo

O voto nulo acontece quando você seleciona números aleatórios que não representam nenhum candidato e, assim, anulam o voto. Esse tipo de voto é chamado de “voto protesto”, e é considerado como um descontentamento do eleitor com os candidatos daquela eleição. É como se esses votos não existissem, servindo apenas para estatísticas. Isto porque, diferente do voto em branco, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) considera o voto nulo.

Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Foto: Reprodução internet

É importante ressaltar, ainda, a dificuldade de acesso à informação no Brasil, e a carência no ensino básico e gratuito à população. Esses dois fatores contribuem para o analfabetismo político que beneficia quem já está no poder, e garante que muitas mudanças – inclusive aquelas que poderiam ajudar a transformar essa realidade – não sejam realizadas porque esse poder se concentra na parte mais rica da sociedade brasileira.

Qual impacto que esses votos tiveram nas eleições de 2018?

Os dados dos últimos anos mostram que o acúmulo de votos inválidos para a eleição poderiam ter sido decisivos, no entanto, foram descartados por puro descontentamento com o cenário da época provocado por um movimento que afastou ainda mais as pessoas da participação política.

Gráfico mostra o aumento entre os votos brancos e nulos comparados à última eleição presidencial.

O estado do Pará ficou em quinto lugar no ranking de estados que mais apresentaram votos nulos em 2018, 7%, totalizando mais de 300.000 votos. Os números mostram a importância de nulos e brancos, por mais que inválidos, tem em uma eleição, porque se fossem convertidos teriam um peso considerável no resultado.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published.

Fechar AD